Envie mensagem aos deputados cobrando defesa dos salários de trabalhadores dos setores público e privado

O Sinasefe Monte Castelo disponibiliza modelo de carta a ser enviada aos parlamentares exigindo defesa dos direitos sociais em uma hora em que a sociedade mais está vulnerável, carente dos serviços públicos e da manutenção de seus direitos.

Entre esta quinta e sexta-feira, dias 2 e 3 de abril, a pressão foi grande para reduzir salários dos servidores através de emendas à PEC 10, propostas pelo Partido Novo. Dessa vez, a pressão no sentido oposto conseguiu barrar os intentos, mas eles não vão cessar – daí a importância de os servidores manterem a vigilância.

É preciso demonstrar que a classe trabalhadora tem propostas para atacar as crises, tanto a provocada pela pandemia da Covid19 quanto a crise econômica, que já estava dada pela intensificação das políticas neoliberais que, em vez de remédio, são veneno. E mostrar também que as medidas propostas pelo governo, ao contrário, aprofundam a recessão: não é retirando dinheiro dos trabalhadores que as crises serão resolvidas, mas taxando as grandes fortunas, suspendendo e auditando o pagamento da dívida pública, cessando de transferir recursos públicos aos bancos, suspendendo a Emenda 95, que congela investimento no serviço público até 2036, deixando a população em situação de extrema carência e vulnerabilidade em áreas como Saúde, Pesquisa e Educação públicas, fundamentais para se combater a pandemia.

A seguir, um modelo de carta a ser enviada aos parlamentares cobrando posição firme da defesa dos direitos da sociedade. Ao final, link para os e-mails da bancada maranhense na Câmara. Vamos manter a mobilização na defesa dos nossos direitos e dos direitos de toda a população.

***

 

Senhor(a) deputado(a),

Nós servidore(a)s publico(a)s somos responsáveis pela execução das políticas públicas neste país.

 Nós é que estamos no SUS, no SUAS, na Segurança Pública,  na Educação, Ciência e Tecnologia, nas Políticas Habitacionais, na Justiça,  nos sistemas de gerenciamento de informações do país, na Cultura, na Proteção de Crianças e Adolescentes, no Sistema Prisional e em tantos outros serviços que atendem à população, em especial a mais pobre.

Não é cortando o salário de quem é pilar de sustentação das políticas públicas que será possível combater a pandemia. Não é perseguindo o(s)s servidore(a)s publico(a)s que resolveremos a situação da saúde. 

Vimos, portanto, conclamá-lo a estar ao nosso lado e ao lado da população, na defesa dos direitos da sociedade, que precisa e merece de um serviço público de qualidade, como o que prestamos na rede federal de educação básica, técnica e tecnológica, nos institutos federais, referência mundial em educação, bem ao contrário da imagem que tentam difundir acerca do serviço que prestamos à nossa população, como é do vosso conhecimento.

Além disso, como comprovam diversos estudos e como mesmo reconheceu o presidente da Casa na qual Vossa Excelência nos representa, não é retirando dinheiro dos nossos salários que esta grave situação será realmente atacada, haja vista a economia ínfima que isso representa diante do problema. Ao contrário, tal medida aprofundará mais ainda o quadro recessivo no qual nos encontramos.

Entre as medidas propostas por nós, trabalhadores, a suspensão imediata do serviço da dívida, a taxação de grandes fortunas, duas ferramentas capazes de gerar recursos numa escala muito maior que a medida recessiva de corte salarial para trabalhadores dos setores público e privado, e claro, a revogação da Emenda Constitucional 95, que representa a derrocada dos serviços públicos brasileiros, impedindo investimentos no setor, tão necessários para se combater a pandemia, e isso até o ano de 2016!

Certos de sua compreensão, solicitamos que seja sensível a estes justos pleitos, reforçando que seguiremos acompanhando seu posicionamento na Casa sobre estes assuntos.

Não  à redução de salário do(a)s Servidore(a)s publico(a)s! 

Vote contra quaisquer medidas que prejudiquem os trabalhadores e aprofunde o quadro recessivo desta crise econômica!

Nós professores e professoras e técnicos e técnicas da Rede Federal somos contra a redução de salários e o desmonte dos serviços públicos e contra as reformas que retiram direitos!

 

(Assinar com nome,  cidade e IF no qual trabalha).

 

***

 

Acesse a lista de deputados eleitos pelo Maranhão para envio da carta clicando AQUI