Base do Sinasefe reafirma construção da Greve Geral do Serviço Público dia 18 de Março

Durante o 2º Seminário de Carreira do Sinasefe Nacional, que teve início nesta sexta-feira, 7, e prossegue até o domingo, 9, foi reafirmada a posição de construção da Greve do 18 de Março em Defesa dos Direitos e dos Serviços Públicos.

Participam do 2º Seminário de Carreira os diretores do Sinasefe Monte Castelo, Ruy Barbosa e Pedro Ribeiro. O evento acontece no Campus Tijuca II, do Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro e tem como tema MOBILIZE-SE: quem sabe faz a hora, não espera acontecer.

18 de Março

A data foi indicada pelo Fonasefe (Fórum Nacional das Entidades do Serviço Público Federal) e vai ao encontro também das deliberações durante a Reunião Ampliada do Sindicato que aconteceu em janeiro, quando da edição da Medida Provisória que ataca a autonomia e a democracia nas universidades e institutos federais: nessa ocasião, o Sindicato Nacional apontou envidar todos os esforços para resistir aos ataques (veja links ao final da matéria).

A greve do dia 18 vem num momento de ascenso das resistências, com greves já deflagradas por petroleiros, pelos servidores da DataPrev e da Casa da Moeda.

Também nesta sexta-feira (7 de fevereiro), durante o 39º Congresso do Andes, que acontece até este sábado, 8, em São Paulo, docentes das universidades deliberaram por construir as mobilizações dessa data, além das do Dia da Mulher, 8 de Março, e do 14 de Março, quando completam dois anos de execução de Marielle Franco e Anderson Gomes. O Congresso do Andes também decidiu pela construção de greve por tempo indeterminado, que vai ser debatida nas bases, através de suas seções sindicais. Para o dia 18 de Março, outras categorias também já vêm construindo a mobilização. Nossa Seção Sindical também deve se mobilizar desde já, com os trabalhadores construindo nos diversos campi formas de aderir a esse importante chamado.

Veja também: