Confira locais confirmados para este 30 de Maio de Defesa da Educação Pública

Entidades estudantis, sindicais, movimentos sociais e militantes independentes voltam às ruas em defesa da educação pública, contra os cortes orçamentários que podem inviabilizar institutos e universidades federais e complicar o repasse de verbas para as redes estaduais e municipais de educação neste Segundo Dia Nacional de Luta em Defesa da Educação Pública, 30 de Maio (30M).

Em Assembleia Unificada realizada nesta terça-feira no IFMA Campus Monte Castelo, em São Luís, a adesão foi unânime (foto acima). Nesta quarta-feira, 29, o Campus Caxias também aderiu (foto abaixo). Já estão previstos atos em Buriticupu, Pinheiro, Imperatriz, Bacabal, São Bernardo, Timon, São João dos Patos, entre outras.

Em São Luís, como parte da programação, haverá Ciência na Rua, com exposição de trabalhos científicos e atendimento à população (verificação de pressão arterial, atendimento psicológico, conversas sobre a retirada de direitos previdenciários que podem advir da reforma da Previdência, distribuição de cartilhas e panfletos, lançamento de livros, entre outros) a partir das 9h na Praça Deodoro. Também nesse horário acontece na Área de Vivência do Campus Monte Castelo o debate “A contrarreforma da Previdência e seus impactos da educação pública”, com o professor Amauri Fragoso, da Universidade Federal de Campina Grande. A atividade estava prevista inicialmente para ocorrer em auditório no Campus, mas foi transferida para a Vivência para agregar também o movimento estudantil. À tarde, todos se unem em concentração na Praça Deodoro às 15h para mais uma passeata em defesa da educação pública até o bairro da Praia Grande, repetindo a estratégia do 15M,q uando milhares participaram da mobilização. Na Grande Ilha, São José de Ribamar também aderiu às manifestações.

Em Imperatriz, a concentração será às 16h30 na Praça de Fátima, com passeata até a Beira-Rio.

Em Pinheiro, concentração às 15h30 na Praça Centenário.

Em Buriticupu, que conta também com unidade do Instituto, haverá programação ao longo do dia, com roda de conversa às 9h sobre os cortes na educação, panfletagem e exposição de projetos e trabalhos científicos às 15h em frente ao IFMA e, às 19h, explanação sobre os impactos dos cortes no orçamento do Instituto – esta atividade acontecerá no campus local.

Em Bacabal, concentração concentração às 15h30 na Praça Silva Neto (Praça do Armazém Paraíba).

Em São Bernardo, região do Baixo Parnaíba, as atividades começarão às 7h, com concentração na Praça de Eventos da cidade para passeata até o Campus da UFMA. Às 14h, tem exibição de filme no Auditório Central da UFMA na cidade. Às 19h, tempo de ocupar novamente a Praça de Eventos para a Aula na Rua, com as professoras Amanda, Carol, Sylvana e Kátia mediando o debate.

Em Timon, a concentração será na Praça São José a partir das 7h.

Servidores da educação e estudantes na cidade de São João dos Patos também já confirmaram adesão às mobilizações, que vão crescendo pelo Estado, a exemplo das já confirmadas nas cidades acima. Participe do 30M em defesa da Educação Pública, Gratuita, Laica e de Qualidade unindo-se aos atos em sua cidade!

As atividades em defesa da educação pública também contestam a retirada de direitos prevista na reforma da previdência, que deve aglomerar outros setores da classe trabalhadora durante a grande greve geral em 14 de junho: participe!