32º Consinasefe termina como segundo maior congresso da categoria reunindo 494 delegados(as)

Realizado em Brasília, esse foi o segundo maior Consinasefe da história, com 494 delegados/as inscritos/as.

Terminou na terça-feira (1º de Maio) a 32ª edição do Congresso Nacional do Sinasefe. Realizado em Brasília, foi considerado o segundo maior Consinasefe da história, com 494 delegados/as inscritos/as. A abertura oficial do evento, que esse ano teve caráter eleitoral, aconteceu no sábado (28) à tarde, com a participação de três representantes da comissão organizadora. Entidades classistas, estudantis, dos movimentos sociais e populares, e partidos políticos de esquerda também estiveram presentes.

Dois integrantes da SEN (Secretaria Executiva Nacional) da CSP-Conlutas, David Lobão e Saulo Arcangeli, participaram da mesa de abertura.

Lobão destacou a necessidade de ter clareza dos inimigos a serem combatidos pelos trabalhadores, que segundo ele são os da direita. “Precisamos nos organizar para defender a educação pública de qualidade, sob uma unidade que respeite as diferenças”, afirmou.

Saulo lembrou o perigoso avanço da privatização da educação: “Quase 80% das matrículas na educação superior estão na rede privada, o que é um absurdo”, enumerando as diversas lutas em defesa da educação pública nas quais o Sinasefe e a CSP-Conlutas estiveram lado a lado “sendo que o sindicato nacional foi um dos primeiros a se filiar à Central”, complementou em sua saudação.

O primeiro dia do Consinasefe teve ainda saudação das chapas que para a Direção Nacional do Sindicato, além do debate e aprovação do código eleitoral e do regimento interno do Congresso.

Um dos momentos mais importantes deste 32º Consinasefe foi a aprovação, por unanimidade, de uma moção exigindo a imediata apuração e responsabilização dos culpados pela morte da vereadora Marielle Franco (PSOL/RJ). Na moção, os delegados e delegadas se posicionaram também contrários à intervenção federal militar no Rio de Janeiro.

O segundo e o terceiro dia do evento foram dedicados às discussões das teses de conjuntura política e plano de lutas, os dois grandes temas debatidos nesse congresso. Na segunda-feira, dia 30/04, foram apresentadas também as candidaturas aos Conselhos Fiscal (CF) e de Ética (CE). O Consinasefe registrou ainda a inscrição de cinco chapas para a Direção Nacional (DN) do Sindicato: Firmes na Luta; Sonhar e Lutar; Inconfidentes Avançando na Luta Classista; Sinasefe Independente, Democrático e de Lutas e Em Defesa da Unidade da Classe Trabalhadora.

 

DIREÇÃO NACIONAL

151 votos (31,524%) – Chapa 2 – Sinasefe Independente, Democrático e de Lutas.

128 votos (26,722%) – Chapa 4 – Sonhar e lutar.

88 votos (18,371%) – Chapa 1 – Firmes na luta.

65 votos (13,559%) – Chapa 3 – Inconfidentes avançando na luta classista.

47 votos (9,812%) – Chapa 5 – Em defesa da unidade da classe trabalhadora.

 

CONSELHO DE ÉTICA

Titulares:

74 votos (16,09%) – Priscylla Cassia Ferreira Bezerra.

64 votos (13,91%) – Ivo da Silva.

49 votos (10,65%) – Rosângela da Silva Feitas.

48 votos (10,43%) – Cecília de Menezes Sobreira Cunha.

43 votos (9,35%) – Alessander Pery Lopes Thomaz.

Suplentes:

37 votos (8,04%) – Erlani Silva de Oliveira

31 votos (6,74%) – Odemir Vieira

24 votos (5,22%) – Antonio Copque Filho

22 votos (4,78%) – José Xavier da Silva Filho

16 votos (3,48%) – Antonio Francisco de Almeida Maciel

 

CONSELHO FISCAL

Titulares:

129 votos – Roberto Viana (SS Ifes-ES).

123 votos – Élcio José (SS Norte de Minas-MG).

87 votos – Antonio Nustenil (SS Crato-CE).

Suplentes:

76 votos – Eulálio Costa (Sindsifce-CE).

32 votos – Rita Gil (SS IFPA, ERTB e Ciaba-PA).

 

(Assessoria de Comunicação do SINASEFE Seção Sindical IFSC, com dados e informações e foto da Ascom do Sinasefe Nacional – site da CSP-Conlutas)